Lembrei de você…

Por fabiana.oliveira em 16/12/2013

Só esclarecendo. É muito fácil vir e falar: “Nossa, lembrei de você…” Logo sei que é problema com animal.

Nós voluntárias não temos dinheiro, não temos tempo, não temos lugar e não temos nenhum tipo de apoio de órgãos governamentais. Não somos super-heroínas,  não saímos pelas ruas como “loucas”, pegando todos os animais de rua que encontramos pela frente. Somos basicamente nós por nós mesmas. O que nós temos é algo muito simples,  chama-se ATITUDE.

Hoje vieram me acusar de um cachorro que eu não “salvei”. Ele foi morto asfixiado e estava nas ruas a um bom tempo. Ninguém do bairro fez nada, e de um dia para o outro queriam que eu fizesse tudo!

Não pude “salvá-lo” porque estou desempregada, porque não tenho lugar para colocar mais animais, porque não tenho tempo, porque estou com um gato super doente em casa sendo alimentado com uma sonda na garganta, porque estudo à noite, porque jogaram mais dois filhotes por cima do meu portão no final de semana, porque as pessoas adoram empurrar para os outros os problemas delas! Porque elas conseguem fechar os olhos e depois virem acusar na maior cara de pau! Mas pra colocar o animal em um lugar seguro temporariamente, e cuidar até que a situação se resolva, ninguém quer!

move

Então é isso pessoas, nós “loucas”, não fechamos os olhos. Nós fazemos nossa parte quando podemos, e até quando não podemos. Então nunca cheguem com esse discurso pronto para uma voluntária: “Há, quando eu vi lembrei de você…”. Lembre-se que você é um cidadão com direitos e deveres, e um dos seus deveres é assumir suas responsabilidades quando vê uma situação de maus tratos ou abandono, não simplesmente ligar para uma voluntária repassando o problema. Faça a sua parte, porque se você fizer, o mundo com certeza vai ser um lugarzinho bem mais suportável do que é agora.

Gatinha siamesa para adoção

Por fabiana.oliveira em 04/11/2013

Gata_03_11_2013

Araraquara participa da Marcha de Defesa Animal

Por fabiana.oliveira em 26/08/2013

Nesse domingo, dia 25 de agosto, a cidade de Araraquara participou de uma manifestação de nível nacional, a Marcha de Defesa Animal.

marcha-arq-17

Apesar de estarem confirmadas mais de 200 pessoas para o evento, o número efetivo no evento foi inferior. Porém todos os presentes unidos e dispostos a dar voz aqueles que não podem falar. Como bem dito durante o protesto “Prefeito, polícia, juiz e presidente. Os animais não falam, mas para isso tem a gente!”

O protesto ocorrido em diversas cidades brasileiras tem o propósito de chamar atenção das autoridades para uma causa tão desvalorizada. O objetivo maior, em âmbito nacional, é que as penas sejam mais rígidas contra os maus tratos aos animais, mas cada cidade com certeza teve muitas coisas a mais para protestar.

marcha-arq-18

No caso de Araraquara, o manifesto além de reivindicar penas realmente efetivas para quem comete maus tratos, também protestamos contra diversos absurdos que estão ocorrendo em nosso município. A questão do relapso total ocorrido novamente com os animais do CCZ, agora chegando ao ponto dos cavalos ficarem mais de um mês sem comida, apenas pastando, comendo mato seco no parque do pinheirinho!  Também questões de suma importância foram abordadas, como a volta da castração gratuita para pessoas de baixa renda, o que mais se vê na cidade agora são animais perambulando, sofrendo de todas as formas possíveis, inclusive sendo torturados e mortos, e nada é feito com esses assassinos cruéis.

Sou completamente suspeita, pois amo demais os felinos, e a Sandra Bragagnolo da República dos Gatos está batendo em cima de vários assuntos muito importantes com relação aos gatos de nossa cidade. A criação deles dentro de casa, que é o correto, cobrando da prefeitura ações efetivas. Até porque gatos procriam a cada três meses gente! A castração deles é algo que não podemos piscar, quando olhamos já existe alguma colônia, que por óbvio, só tende a aumentar, e daí o que acaba acontecendo? As pessoas do local, incomodadas com a situação, vão e matam toda colônia.

rp_gatos

Gatos são mais difíceis de adotar, sofrem um preconceito bobo, pois só quem tem gatos sabe o quanto eles são seres especiais e extremamente carinhosos.  Gatos se apegam aos donos sim, não somente a casa. Gatos são independentes, recebem  e proporcionam carinho quando querem, não quando você quer. Eles não devem ser soltos à noite “para dar uma voltinha”, porque nessa voltinha ele pode ser atropelado, pode brigar feio com outros felinos da região, ser atacado por cães, se reproduzir, pode sofrer maus tratos desses psicopatas que estão soltos por aí, e nada é feito com eles, enfim, o seu gatinho pode não voltar por inúmeros fatores, e a República dos Gatos aborda muito bem essa questão, da criação indoor dos bichanos.  Quem se interessou pelo trabalho, acesse: https://www.facebook.com/republicadosgatos

gatinhu

Independente de qualquer coisa, tudo o que precisamos é que a prefeitura tome consciência que a questão animal é de extrema importância, tanto para a população quanto para os pobres animais, que sofrem na pele com esse descaso todos os dias! E gente, nós somos eleitores, vamos ficar de olho em quem realmente ajuda e quem só faz estardalhaço perante a nossa causa né?

Segundo nossa querida Betty Peixoto, que também estava no comando da marcha, impulsionando, dando muita energia positiva e informando a todos sobre a situação na cidade, foram obtidas cerca de 154 assinaturas até o momento. Elas serão encaminhadas para o promotor do meio ambiente. Para quem quiser assinar, compareçam na Loja Sunny (Av. Barroso, esquina com a Rua 3), pois queremos chegar a 1000 assinaturas.

marcha-arq-2

Agora é esperar que todos os papéis saiam das gavetas do poder público, que seja dada uma reviravolta nessa situação toda, e que os políticos tomem consciência de tudo que foi pedido é possível sim, e de extrema importância e urgência.

Abraços

Fabiana de Oliveira

Procura-se cachorro na Vila Xavier

Por fabiana.oliveira em 30/07/2013

Mais um pedido de ajuda gente, por favor, vamos compartilhar para que ele seja encontrado o mais rapidamente possível.

scooby

Gatinha com fratura na coluna precisa de ajuda

Por fabiana.oliveira em 25/07/2013

gata

Novamente pedimos a juda das pessoas de bom coração.
Esta gatinha foi encontrada atropelada por estudantes do Senac, e está com fratura em três pontos da coluna. Está internada e precisa de doações para seu tratamento.

Você pode ajudar doando: fraldas infantis G, talco s/ perfume, ração em lata, dipirona, lactulose xarope, sucralfilm flaconetes e pomada contra assaduras.

Infelizmente ela perdeu os movimentos das patinhas traseiras, precisará ficar na cadeira de rodas. Logo o tratamento dela irá terminar, mas ela era de rua, e agora o que ela mais precisa é de um lar. De pessoas que poderão cuidar muito bem dela, dar muito amor e carinho para essa gatinha carente e boazinha.

Se você pode, ou conhece alguém que teria condições de cuidar e amar uma gatinha tão especial, adote! Ela irá retribuir em dobro, pode ter certeza.

Cachorra Desaparecida no Sta Angelina (25/07)

Por fabiana.oliveira em 25/07/2013

lolaRepassando o pedido de ajuda do Ricardo Mendes.

Acessem o link do facebook: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=507020679369231&set=a.366013396803294.81691.100001839101313&type=1

“Pessoas do facebook, peço a voces uma ajuda, compartilhem esse post, minha cachorra chamada Lola, femea, da raça Vira-Lata, sumiu no dia 25 de junho de 2013, na cidade de Araraquara, no bairro Santa Angelina, próximo ao posto faveral (o do dinossauro perto do anglo)

Se vc a viu com alguém ou esta com ela por favor me ligue: +55 (01516) 97606009, ou me mande uma mensgem no facebook, agradeço ja pela ajuda!!!”

Chega de falar, e vamos ajudar!

Por fabiana.oliveira em 29/04/2013

Como a maioria de vocês sabem, temos um maníaco na vila ferroviária assassinando gatos. Na minha opinião isso só piorou com a enorme repercussão que essa história teve, porque agora o lunático quer provar que ele é “o cara”, que ninguém pega ele. Antes ele matava um gato por semana, agora ele mata um por dia, afinal, não há provas concretas contra ele, ou seja, a polícia não pode agir enquanto provas concretas não surgirem.

Os vizinhos tem medo de denunciar, e só esclarecendo, a denúncia pode ser anônima, o que não prejudicaria ninguém, mas enfim…ninguém faz.

E o perigo não é somente “o cruel e misterioso assassino”, mas também muitos são atropelados, inclusive de propósito, como testemunhas já viram, atropelados por ônibus, são vítimas de maus-tratos,  passam frio, etc.

Venho aqui pedir que nos ajude nessa causa. As voluntárias que estão resgatando os gatos desse lugar. Esses gatos tem que sair de onde estão para ontem!!! Devem ser castrados, irem ao veterinário (um deles está com a pata traseira quebrada, outra está grávida), e para tudo isso acontecer é preciso dinheiro para gatoeiras,  pagar a castração, luvas de proteção e muitas outras coisas que estão inclusas nas missões de resgate de gatos ferais.

Você que está indignado(a) com a situação, ajude com doações. Enquanto esse doente mental não é preso, esses gatos ficam correndo todos esses riscos! Ajude quem está empenhado nessa missão difícil, que é o resgate desses animais extramente ferais.

Muito obrigada a todos, e espero que as pessoas deixem as palavras de lado um pouco, e colaborem com quem arregassa as mangas e faz as coisas acontecerem!

cartaz_nigro

Araraquara reivindica pela volta da castração gratuita

Por fabiana.oliveira em 24/04/2013

E enquanto a prefeitura não volta o convênio de castração gratuita que tinha com a A.A.P.A. (Associação Araraquarense de Proteção aos Animais), nas redes sociais o povo clama pela volta do projeto.

o-que-queremos

Mesmo a A.A.P.A. mantendo a castração a baixo custo, aos trancos e barrancos, dependendo de doações para produtos de limpeza, jornal, medicamentos e cobertores, a castração gratuita estava dando ótimos resultados. E é algo visível! As ninhadas não param de “aparecer” no colo das voluntárias e das pessoas de bem, que se identificam com a causa animal.  São muitos pedidos de adoção diariamente, as voluntárias não tem mais espaço para abrigar mais animais, eles estão voltando à condição de abandono, maus tratos e atropelamentos. Isso é um absurdo para uma cidade como a nossa, tida como uma das melhores cidades para se viver no interior. Isso não se aplica aos nossos animais.

As ONGs estão lhe dando com a situação como podem, dando o máximo de si. São feirinhas semanais, páginas e anúncios sendo espalhados a todo o momento no facebook, mas já chegou o momento em que são muitos animais para poucos lares responsáveis!

E as perguntas que não querem calar são: se tem dinheiro para pintar calçadas de azul, por exemplo, como não tem dinheiro para pagar o que deve para o antigo convênio com a A.A.P.A.? Como um projeto tão bonito, e que estava dando tão certo, pode ficar assim, no vácuo? Como ficam as pessoas de baixa renda, que não tem dinheiro para pagar uma castração? Como ficam os bichinhos delas, as ninhadas que já aconteceram e vão acontecer novamente, e novamente, e novamente? Onde estão nossos vereadores defensores da causa animal?

É com um tremendo desgosto e insatisfação, que após seis meses sem castração gratuita, venho afirmar que a situação em nossa cidade está caótica! Cadelas, gatas, filhotes abandonados, vítimas de maus-tratos e atropelamentos estão “brotando” pelas nossas ruas, e nada foi feito. Também não temos uma resposta conclusiva da prefeitura sobre o assunto.

Voluntárias e simpatizantes da causa animal, continuemos juntos nessa luta árdua, e vamos continuar cobrando do poder público para que o projeto volte o mais rápido possível. Os animais não podem esperar mais tanto tempo para que a burocracia e falta de interesse continuem!

Abraços a todos.

Fabiana de Oliveira

Gatinhos precisam de um lar

Por fabiana.oliveira em 22/04/2013

Gatos_22042013

Cachorro de porte grande precisa de um lar

Por fabiana.oliveira em 19/04/2013

ADOTADO EM 20/04/2013

Obrigado a todos que ajudaram compartilhando!

Gigante_18042013